Minhas Fotos:

Curitiba
    R. Alferes Poli
    Av. Anita Garibaldi
    R. Bispo Dom José
    Av. Cândido de Abreu
    R. Carlos Pioli
    R. Celeste Santi
    R. Celestino Junior
    R. Comendador Araújo
    R. Cruz Machado
    R. Coronel Dulcídio
    Rua Des. Westphalen
    Estrada da Graciosa
    Estrada da Ribeira (?)
    R. Francisco Rocha
    R. Guaianazes
    Av. Iguaçú
    R. Ivo Leão
    Av. João Gualberto
    R. José de Alencar
    Largo da Ordem
    R. Mariano Torres
    Av. Manoel Ribas
    Av. Marechal Floriano
    Rua Marechal Hermes
    R. Mateus Leme
    Al.. Dr. Muricy
    Av. N. S. Aparecida
    R. Portugal
    R. Pres. Carlos Cavalcanti
    Av. Pres. Getúlio Vargas
    Al. Presidente Taunay
    R. Prof° Ulisses Vieira
    R. Quinze de Novembro
    R. Raposo Tavares
    Av. República Argentina
    Rod. Ctba - Pta Grossa
    R. Rosalino Mazziotti
    Av. Senador Souza Naves
    Av. Sete de Setembro
    R. Theodoro Makiolka
    Av. Vicente Machado
    R. Vinte e Um de Abril
    R. Wellington O. Vianna

    Acervo IPHAN
    Acervo UFPR
    Poética dos Lambrequins
    Desfile de Lambrequins
    Recortes e Fragmentos

Alm. Tamandaré
    Biblioteca

Campo Largo
    BR 277

Colombo
    Centro
    Rodovia da Uva

Ponta Grossa
    Ponta Grossa


      ... .... ...

Especial:
    Acervo: Key Imaguire Jr.
    Luísa C. S. Fontes
    András K. Vörös

Colaborações:
    Bernardo P. Berlim
    Elson Atem
    Wilson Pallu
    Pedroair J. Buest
    Suzana O. Lopes
    Fernando Roveda
    Fábio D. Batista
    Geslline G. Braga
    Simone Amadeu
    Diogo Scopel
    celiadeina.com

Lambrequins na Polônia:
    Fotos de M. E. Wojciechowscy
    Fotos do site ww.olsza.pl
    Fotos do site: polskiekrajobrazy.republika.pl

Outros:
    Fotos Flickr


Lambrequins: Recortes e Fragmentos
András Vörös e Selma de Oliveira

Casa Culpi - 04 de setembro a 27 de outubro de 2007

O Lambrequim é o recorte aplicado em beirais de casas de madeira cuja origem remonta à Europa, onde as tradições familiares se manifestavam com a sua colocação como forma de identificação familiar, tal qual um brasão ou um "ex-libris".
A princípio, em sua origem européia, tinha a função de pingadeira, protegendo as empenas laterais da construção em madeira dos estragos da chuva. No Brasil passou a funcionar como elemento de decoração das residências, destacando-as com singularidade e beleza.
Para sentirmos com intensidade seu significado podemos afirmar como Houaiss: rendilhado de madeira recortada, própria para decoração das extremidades dos beirais.
Com o passar do tempo os lambrequins transferiram-se dos beirais para os alpendres, onde passaram a preencher vãos e intercolúnios.
Por sua vez o mosaico é a arte milenar de compor as mais variadas imagens, desde as geométricas ás paisagens, utilizando-se de fragmentos de mármores, cerâmicas, pasta vítrea e outros materiais; trabalhados de forma a mostrarem um novo significado.
Lambrequins: recortes e fragmentos é uma mostra do encontro das duas artes: o recorte em madeira das mais variadas formas com seus significados e a composição de fragmentos na forma de mosaico.
A exposição pretende levar á população curitibana a oportunidade de conhecer e apreciar obras de arte que foram transmitidas por décadas entre as gerações, recortadas na madeira Araucária, ao mesmo tempo encontrar-se com a milenar arte do mosaico tratando do tema e sua aplicação artìstica em vários objetos, reproduzindo as formas e movimentos rítmicos dos tradicionais lambrequins.

Imagem do Google Earth